Visualizações

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Capítulo 2 - Santigo del Chile




Começaremos nossa jornada dessa Edição pela América do Sul, mais precisamente pela bela, imponente e encantadora cidade de Santiago do Chile. Fundada em 1541 e localizada no Vale Central do Chile, Santiago é detentora de paisagens naturais deslumbrantes, como se não bastassem as Cordilheiras dos Andes como pano de fundo. Apesar de seus quase 6 milhões de habitantes e seus 567 metros de elevação do nível do mar, Santiago chega a surpreender positivamente seus visitantes, principalmente pela sua modernidade, limpeza, segurança, excelente gastronomia e vida noturna capaz de satisfazer ao mais exigente boêmio.
 

Para não perder muito tempo tentando descobrir o melhor que a cidade oferece, iniciem seu dia programando um agradável city tour (de preferência a pé) pelo Centro - local onde está toda parte cultural e histórica da capital Santiaguina. Lá, encontrarão, dentre outras atrações: a famosa Plaza de Armas (considerada o marco zero do Chile), o Palácio de La Moneda (foi alvo do atentado de 1973, quando o ditador Pinochet liderou o ataque para derrubar Salvador Allende) e a Catedral Metropolitana (principal templo da Igreja Católica no País). Ainda no Centro, os visitantes terão a oportunidade de apreciar um bom cafezinho nos famosos cafés com pernas (locais tipicamente chilenos, onde as mulheres servem o cafezinho usando saias bem curtas), a exemplo do Café Haiti eCafé Caribe, situados no Paseo Ahumada (área de circulação de pedestres, com muitos camelôs e lojas típicas, como a famosa Falabella).






Em continuidade ao passeio, uma excelente opção é apreciar a vista da capital, visitando o Cerro Santa Lucia e o Cerro San Cristóbal. Vale à pena ir! A visão é belíssima, principalmente ao cair da tarde, quando então o horizonte santiaguino adquire uma tonalidade especial, refletindo, na Cordilheira, os raios do sol em sua plenitude.


Cordilheira dos Andes:


Fim de tarde:



Cerro San Cristóbal:

Seguindo o tour, parada estratégica para o almoço ou jantar, afinal o Chile é mundialmente famoso por sua gastronomia a base de frutos do mar e pescados de água fria. Não deixem de experimentar ocongrio (parecido com o abadejo) e o ceviche (caranguejo gigante), principalmente no Mercado Central, no restaurante Donde Augusto. Outras opções para se deleitar na farra gastronômica podem ser encontradas nos bairros de Providencia, de Bellavista (principal bairro boêmio da capital), de Borde Rio (às margens do  Rio Mapocho) e de Las Condes (setor nobre da cidade). Particularmente, os melhores restaurantes são: Picada Ana Maria (comida chilena); Aqui está Coco (frutos do mar - muito bom!); Astrid & Gaston (cozinha Internacional, comida peruana); Como Agua para Chocolate (mais romântico e sensual - imperdível); Bali Hai (apresentação de danças polinésias) e Azul Profundo (bom lugar para beliscar frutos do mar e tomar bons tragos).

Como Agua para Chocolate:


Bali Hai:


Azul Profundo:



Para beber, acompanhado ou não de unas tapas ou algo para picar, não deixem de tomar um bom vinho (os chilenos realmente são ótimos, principalmente os das vinhas Concha y Toro, Cousiño Macul, Santa Rita, Undurraga). Para quem gosta de experimentar uma boa bebida, temos ainda o Mojito(clássica bebida cubana com rum, limão e hortelã - a melhor pedida, sem dúvida, fica no Tip Tap, localizado na Avenida Isidora Goyenechea); Marguerita (bebida mexicana, com limão e tequila - no Pub Licity, em Las Condes) e os famosos Pisco (bebida destilada, tipo cachaça) e Pisco Sour (drink, tipo marguerita).



Como ninguém é de ferro e não resiste a um bom programa de compras, apesar de Santiago não ser o melhor lugar para isso, as melhores opções ficam no Boulevard Parque Arauco (um dos principais e mais atrativos centros comerciais do país - Las Condes); no Shopping Alto Las Condes (é o mais fino e elegante); no Apumanque (primeiro shopping de Santiago, ótimo para comprar - há coisas bonitas e muito baratas - Las Condes); no Mall Del Centro (Centro da cidade,  shopping popular) e no Mall Panoramico (shopping pequeno, mas com coisas bonitas - Providencia). A propósito, se tiverem oportunidade, comprem algo de lápis-lázuli – rocha metamórfica de cor azul utilizada como gema ou como ornamento e encontrada em poucos lugares do mundo (Chile, Afeganistão, Rússia).



Concluída a viagem, é hora de voltar para casa, rever fotos e recordações, reencontrar a família e amigos e, é claro, aguardar o próximo destino. Auf Wiedersehen!

2 comentários:

  1. Eita, homem que n se aquieta... muito bom! huahauah

    ResponderExcluir
  2. Relato perfeito!! Mas o melhor mesmo é o fotógrafo! As fotos estão lindas!

    ResponderExcluir